Categorias
manuscritos de pastinha

seu apoio aceito. E eu ate convidei, não tem duvida, já pode-se ver os primeiros passos para tua completa ventura. Estou firme na certeza de que eu penso, por que vejo entre se compreendidos para aninhares a vontade e a esperança de crer. Em 23 de fevereiro de 1941. No Jigibirra fim de Liberdade, lá que nasceu este Centro, porque? Foi Vicente Ferreira Pastinha que deu o nome de “Centro Esportivo de Capoeira Angola”. Fundadores Amorzinho, este era o dono do grupo, os que lhe acompanhavam, Aberre, Antonio de Maré, Daniel Noronha, Onça Preta, Livino Diogo, Olampio, Zeir, Vitor, H. U., Alemão filho de Maré, Domingo, Beraldo Izaque dos Santos, Pinieu, Jose Chibata, Ricardo B. dos Santos.

Categorias
manuscritos de pastinha

Histórico da Fundação do Centro Esportivo da Capoeira Angola – Em principio do ano de 1941, o meu ex-aluno Raimundo, mais conhecido pelo automasia de “Aberre” sempre me convidava para eu voltar a praticar a capoeira, para tomar conta de uma como instrutor, ao que eu sempre respondia: Eu já me afastei e não pretendo voltar mais a esse esporte. Aberre então, me convidou para ir apreciá-lo jogar no Jingibirra, com o que eu concordei, em 23 de fevereiro de 1941. Fui a esse local como prometeria a Aberre e com surpresa o Senhor Amorzinho dono daquela capoeira, apertando-me a mão disse-me: Há muito que eu esperava para lhe entregar esta capoeira, para o senhor mestrar. Eu ainda tentei me esquivar desculpando, porem, tomando a palavra o senhor Antonio Maré: disse-me; não há jeito, não Pastinha, é você mesmo quem vai mestrar isto aqui. Como os camaradas deram-me o

Categorias
manuscritos de pastinha

Meus caros amigos e os demais; eu vos direi. O capoeirista de hoje é um tipo musculoso, não é um malandro, nem um profissional exclusivo de capoeira, somos bailarinos, um homens que vive a arte da capoeira e como artista sincero, somos do trabalhos de todas profissões; que aninha-se nesta arte de defesa e ataque, queriam aprender, pois a verdade é que um dia o amigo venha ter necessidade. O Pastinha deu ao Centro de capoeira, mestre de campo, mestre de cantos, mestre de bateria, mestre de treinos, arquivista, mestre fiscal, contra-mestre. O amigo é conhecedor desta arte? Ah! Sou um observador. Procure aprender com carinho, e força de vontade, e amanhã é um bom juiz. Vamos adiante: esta minha sueca, o que tenho em meu corpo, é minha arte; ela aninha-se em três capoeiras, passado, presente e futuro.

Categorias
manuscritos de pastinha

a vencer, vencer para não ser vencido a minha idéia, é ser perfeito em todo sentido fase, por fase, palavra por palavras; os meus amigos reparam-me e sabem que sou homem e não quero me deixar vencer pela idade, e mantenho em forma.

Categorias
manuscritos de pastinha

Meus caros amigos e bons capoeiristas quereis mal a vida e a terra é uma inconsciente inveja, e porque provoca astúcias conquista aos seus camaradas, ou a seu mestres para satisfazer o eu do conquistador, você mesmo se tiver conhecimento, diz com sigo, é verdade porque eu vi; e vi com meus próprio olhos fulano fazer-se prevalecer de um camarada de corpo fraco, mas ele é desperto e consciente, diz: eu sem corpo inteiramente e nada mais. Amigos o corpo é um grande sistema de razão,por destras de nossos pensamentos acha-se um Senhor poderoso, um sábio desconhecido; corrijo-me as realidades pela inversão natural da ordem lógica transformando o passado em futuro. A capoeira no passado não era como hoje procurando os melhores conhecedores nas linhas em que já venho transando, verifiquei minhas fases, falando em capoeira nunca mais vi jogar com viola, porque? Há tocadores, mais, perdeu o amor a este esporte mudaram a idéia, e eu não perco minhas idéias, vou firme com os que me acompanham

Categorias
corrido

Zé Maria armou um samba

Zé Maria armou um samba
Que igual não vi nenhum
Chamou Pedro Tocador
E Antônio Jerimum
E veio gente de longe
Prá dançar ziriguidum
Mas no meio da madrugada
Passaram a faca num bebum

Ai zum, zum, zum
Acabaram com o samba
E já mataram um

Categorias
ladainha

Valente morre cedo

Ai mamãe, lá vem o homem
esse aí ninguém agüenta
diz que é filho do tinhoso
que tem cabelo na venta
e diz que foi batizado
com sal grosso e água benta

Ele diz que é valente
eu digo “não tenho medo”
que meu pai já me dizia
que valente morre cedo

Se você quiser a prova
Cemitério é cá do lado
gente boa tem alguns
de valente tá lotado

Camaradinho…

Categorias
ladainha

Tive um sonho, e vi Jesus

Tive um sonho, e vi Jesus
diferente das figuras
tinha o cabelo enrolado
tinha sua pele escura
uma enxada nas mãos
enfrentava a vida dura

E foi então que me lembrei
do que dizia meu avô
que a cor do couro do homem
não vai medir seu valor
pele branca, pele preta
mas a alma não tem cor

Camaradinho…

Categorias
ladainha

Calendário

Sete dias na semana
trinta dias tem um mês
doze mezes tem um ano
ai meu Deus, que desengano

Para quem acorda cedo
e logo pega no batente
quem trabalha todo dia
bem debaixo do sol quente

O tempo corre ligeiro
quando vai ver, já se passou
a lavoura já cresceu
com suor do trabalhador

A colheita já foi feita
a planta já saiu do chão
mas o dinheiro de quem planta
não sai do bolso do patrão

Não tem comida na mesa
prá família alimentar
se eu trabalho e tenho nada
então por quê vou trabalhar ?

Camaradinho…

Categorias
ladainha

Se conselho fosse bom

Já dizia o ditado
água mole em pedra dura
vai batendo gota a gota
vai batendo até que fura

Se conselho fosse bom
ninguém dava, só vendia
mosquito em boca fechada
não entrava, nem saía

Vi a banda entrar na praça
tocador batendo bumbo
Beijo de mulher casada
Sempre tem gosto de chumbo

Se eu pudesse ir embora
dessa terra, eu me ia
é que sou gato escaldado
que tem medo de água fria

Camaradinho…