Categorias
corrido ladainha

Disconfie

Disconfie (Teimosia)

Disconfie di quem qué
vir li apontá o dedo
a raiva escond’a’nveja
a’nveja escond’u medo
Disconfie di quem qué
li dizê c’o dele é certo
orgulh’escond’incerteza
seja longe, seja perto
Num queira vim’i dizê
qui o meu jeit’é furado
qui eu só sei andá torto
qui meu cert’é seu errado
Disconfie di quem qué
li impô u qui vesti
li dizê u qui pensá
l’insiná u qui senti
Di gent’assim, amigo meu
U mundo vai s’intupi
São os capitão-du-mato
disfarçado di Zumbi
Camaradinha…
Pisa no chão, pisa maneiro
Si num pode com furmiga, num assanha furmigueiro
Pisa no chão, pisa maneiro
Si num pode com mandinga, num assanha mandingueiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *