Categorias
corrido ladainha

Mamãi, lá vem o homi

Mamãi, lá vem o homi
Qui tem cabelo na venta
Diz qu’é fio do capeta
Cum eli ninguém aguenta
Mamãi, lá vem o homi
Dizeno que m’arrebenta
Qui tamém foi batizado
Cum sá gross’i água benta
Mamãi, lá vem o homi
Ô meu fio, dêxa vim
Eu num devo nad’ao homi
Nem o homi dev’a mim
U meu pai sempri dizia
Meu fio, num tenha medo
Vá dizê ao valentão
Qui valente morre cedo
Si ocê quisé a prova
Cimitér’é cá du lado
Gente boa tem alguns
Di valente, tá lotado

Camaradinho…

Na vorta c’o mundo deu, na vorta c’o mundo dá
Viaja pelo mundo, tem históra pá contá
Na vorta c’o mundo deu, na vorta c’o mundo dá
Todo dia dá uma vorta, nunca para di rodá

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *