Categorias
corrido ladainha

U ventu qui sopra’qui

U ventu qui sopra’qui (Teimosia)

U ventu qui sopra’qui
U ventu qui sopra’qui
É o memo qui sopra lá
Si jogá prá mim, eu pego
Cuidado prá num jogá
Rode na ponta do pé
Suba pu cima das mão
Madêra que dá em João
Tamém dá em Salomão

Camaradinho

Santa Barba di relampuê
Relampuê, relampuá
Santa Barba di relampuê
Mininu quem foi teu mesti
Santa Barba di relampuê
Qui ti deu essa lição
Santa Barba di relampuê
A eli devu dinhêro
Santa Barba di relampuê
Saúd’i obrigação

Categorias
corrido ladainha

O meu birimbá de ouro

O meu birimbá de ouro (Adaptado de uma ladainha do Mestre Acordeon)

O meu birimbá de ouro, ai mamãi
Eu dexei no Gantuá
Eu dexei cum Minininha
Qu’é pá el’abençuá
É um gunga ripiado
Qui dá gostu di tocá
Eu saí pur essi mundo
Pu tê sina viagêra
Cada port’uma parada
Viveno na capuêra
Amanhã as seti hora
Pá Bahia vô voltá
Vô buscá meu birimbá
Qui dexei no Gantuá,
Camaradinha…

Ei, paraná !
Paraná é terra boa, paraná !
Ei, paraná !
Para lá eu vô voltá, paraná !
Ei, paraná !

Categorias
corrido ladainha

Eu já viv’injuadu

Eu já viv’injuadu
Eu já viv’injuadu
Di vivê aqui na Té
Ai mamã’eu vô pá Lu
Falei cum mi’a mulé
El’intão arrespondeu
Nói vamu si Deu quisé
Vamu fazê um ranchin
Cum cuberta di sapé
Di manhã as seti hó
Nói vamu tumá café
Eu qui nunc’acriditei
Num posso mi cunformá
Qui a Terra cheg’a lua
C’a lua vá durmi nu má
Isso tud’é só cunversa
Pá cumê sem trabaiá
Seu dotô amigo meu
Veja bem o meu cantá
Quem é dono num ciúma
Quem num é, que ciumá ?
Camaradinho…

Có-có-có-có
A cantiga du galu
Có-có-có-có
Du galu carijó
Có-có-có-có
A cantiga du galu
Có-có-có-có
Do frango socó
Có-có-có-có
A galinha correu
Có-có-có-có
Nu pulêro é mió

Categorias
corrido ladainha

Bentivi i Gamelêra

Bentivi, qual é o barulho
Qui tu tem com Gamelêra ?
Mi diga qual a razão
Dessi tombo da ladêra ?
Mi contaro ôto dia
Lá nas banda du sertão
Qui Gamelêra falô
Qui mi pegô d’arrastão
Mi dissero d’ôta feita
Qui lá nus ladu du porto
Gamelêra diss’a todos
Qui Bentivi tav’é morto
Bentivi, meu camarado
Agora vej’u pur quê
Di tu pegá Gamelêra
I fazê ele descê

Camaradinho

Bentivi butô
Gamelêra nu chão
Butô, butô
Gamelêra nu chão
Tornô butá
Gamelêra nu chão
Butô qu’eu vi

Categorias
corrido ladainha

Eu vim de ondi num vai

Eu vim de ondi num vai
Pensament’igual o teu
Onde tud’é vaidadi
Mai du meió tu t’isqueceu
Daqueli jogo bunito
Onde joga você e jogo eu
Hoj’alegria da roda
É sabê quem perdeu

Camaradinho…

Anu num cant’im gaiola
Nem bem dento, nem bem fora
Anu num cant’im gaiola
Só canta nu furmiguêro
Anu num cant’im gaiola
Quano vê furmiga fora
Anu num cant’im gaiola

Categorias
corrido ladainha

Eu nasci de sete mêis

Eu nasci de sete mêis
Fui criado sem mamá
Já fiz galu botá ovo
Pá galinha discansá
Já fiz panela fervê
Sem tê brasa pá’squentá
Já fiz padi rezá missa
Sem vela nem castiçá

Camaradinho…

Sai, sai, sai
Boa noite pu sinhô
Sai, sai, sai
Boa noite pá sinhora
Sai, sai, sai
Boa noite, vô m’andano
Sai, sai, sai
Vô andan’istada’fora

Categorias
corrido ladainha

I era eu, era meu mano

I era eu, era meu mano
Era meu mano, era eu
Eu vi a terra moiada
Mai num vi quano chuveu
Vi rastêra puxá nego
qui nem’stava nu jogo
Eu vi fumaça subi
Mai num vi siná de fogo
Eu vi água subi morro
Sem tê vento pá soprá
Capuêra tem mistéro
Qui num si pod’ixplicá

Camaradinho…

Ai xaréu, xarelete
é peixe do má
Ai xaréu, xarelete
é peixe do má
Ai jangada boiano
é peixe do má
Ai a rede pesada
é peixe do má
O dinhêro no fundo
é peixe do má
A canoa emborcada
é peixe do má

Categorias
corrido ladainha

Amigo meu, sua palava valeu

Amigo meu, sua palava valeu
Amigo meu, sua palava valeu
U’a peda deu na ôta
Seu coração deu nu meu
Vô dizê a meu amigo
Hoji a parad’é dura
Queim amá mulé dos ôto
Num tem a vida sigura
Vi a band’entá na praça
Tocadô bateno bumbo
Bêjo de moça casada
Sempi tem gostu di chumbo

Camaradinho !

Nego, nego, nego, nagô !
Cort’a língua do nego nagô !
Nego, nego, nego, nagô !
Ai o nego é danad’é ligêro, nagô !
Nego, nego, nego, nagô !
Ai o nego é marvad’cabicêro, nagô !
Nego, nego, nego, nagô !

Categorias
corrido ladainha

Água mole

Água mol’em peda dura
Água mol’em peda dura
Vai bateno got’a gota
Vai bateno até qui fura
Si conseio fosse bom
Ninguém dava, só vendia
Musquit’em boca fechada
Num entrava e nem saía

Camaradinho…

Anum num canta in gaiola
Nem bem dento, nem bem fora
Anum num canta in gaiola
Só canta nu furmiguêro
Anum num canta in gaiola
Quano vê furmiga fora

Categorias
ladainha

Tive um sonho, e vi Jesus

Tive um sonho, e vi Jesus
diferente das figuras
tinha o cabelo enrolado
tinha sua pele escura
uma enxada nas mãos
enfrentava a vida dura

E foi então que me lembrei
do que dizia meu avô
que a cor do couro do homem
não vai medir seu valor
pele branca, pele preta
mas a alma não tem cor

Camaradinho…